1º Ciclo

1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO – 1.º, 2.º, 3.º e 4.º anos de escolaridade

 

Tendo como prática diária uma relação pedagógica personalizada, capaz de responder ao Aluno como ser individual e ao Grupo no seu todo, o CSDB pratica uma PEDAGOGIA DIFERENCIADA, alicerçada em aspetos muito concretos:

  • Organização do tempo e dos conteúdos de aprendizagem, através de um PLANO INDIVIDUAL DE TRABALHO e de uma AGENDA SEMANAL definidos com os alunos no início de cada semana e registados no caderno diário do aluno;
  • Organização da SALA DE AULA E DOS MATERIAIS, de forma a promover a autorregulação, o desenvolvimento da autonomia e da autoestima;
  • As APRENDIZAGENS ESSENCIAIS são organizadas de forma flexível, onde cada aluno pode evoluir, de forma ativa, para propostas mais desafiantes, havendo espaço, também, para que cada aluno recupere aprendizagens que não ficaram tão sólidas;
  • Estratégias de diferenciação pedagógica, aplicadas no TEMPO DE ESTUDO AUTÓNOMO, momento individualizado para cada aluno, com vista à superação das suas dificuldades e ao treino dos conteúdos trabalhados;
  • Momentos de TRABALHO CURRICULAR COMPARTICIPADO PELA TURMA, em que se exploram e aprendem temas novos, que devem ser adquiridos pelos alunos, e que se iniciam com uma abordagem dinâmica ao tema, seguido de um momentos de exploração individual (a pares ou em pequenos grupos), e terminam com um momento de partilha de conclusões, e um momento de discussão para a sistematização e avanço do grupo;
  • Dinâmica de TRABALHO EM PROJETOS, iniciada com a proposta e registo de uma curiosidade por um aluno no registo “Gostava de saber”. O registo é analisado e a proposta é discutida, refletindo-se em conjunto sobre o nível de importância desse estudo (que objetivos do Currículo serão trabalhados, se o projeto poderá acrescentar mais informações ao que já sabemos…). Esta dinâmica termina sempre com uma Comunicação, do aluno ou do grupo, e com a construção de um resumo do projeto e extensão do tema, dinamizada pela professora com toda a turma, para a certeza do avanço de todos;
  • GESTÃO COOPERADA DE CONFLITOS como estratégia promotora do diálogo sobre as situações de conflito/discórdia que ocorrem e motor da sua resolução: incentivo à calma, à tolerância, ao respeito pelo outro… Consideramos importante que os alunos compreendam que as atitudes que tomam podem ter consequências que, não sendo um “castigo”, vão levá-las a resolver o problema causado ou a refletir sobre ele para que não volte a repetir-se. (Não utilizamos a palavra ‘castigo’ pois essa palavra apenas relembra sanções tradicionais de penalizações físicas e emocionais);
  • As MODALIDADES DE AVALIAÇÃO que utilizamos são, por convicção, fundamentalmente formativas e formadoras, de caráter qualitativo. Potenciamos a função pedagógica da avaliação, utilizando-a como catalisador das aprendizagens. Implementámos um sistema de regulação contínua das aprendizagens, em que os alunos participam diretamente na determinação dos objetivos do trabalho desenvolvido, no planeamento da ação, na construção dos critérios de avaliação, apropriando-se dos instrumentos de avaliação construídos de forma congruente com a sua finalidade;
  • Promoção de uma INTERAÇÃO REAL ESCOLA-FAMÍLIA, estabelecendo com as famílias um clima de respeito mútuo e de entreajuda, valorizando os contributos que cada um pode dar para o enriquecimento da vida da turma. O facto de os pais estarem próximos da escola, faz com que as crianças percebam que o seu trabalho escolar é valorizado e reconhecido pelos seus pais, sentindo-se seguros e motivados para continuarem a dar o seu melhor;
  • O CONSELHO DE COOPERAÇÃO EDUCATIVA, estratégia fundamental para a promoção do desenvolvimento sociomoral dos alunos tem lugar em todas as sextas feiras. Aqui, em conjunto (alunos e professor) fazem a gestão coletiva de tudo o que à turma diz respeito, isto é, das aprendizagens e das relações sociais que decorrem tanto da sua construção coletiva como da vida em comum.

No CSDB entendemos que as salas de aula são verdadeiros laboratórios do conhecimento e, por isso, dotámo-las de quadros tecnológicos interativos, onde o uso diário das TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO é transversal a todos os conteúdos.

Também as EXPRESSÕES ARTÍSTICAS têm um papel muito relevante na formação física e cultural dos nossos alunos, bem como a aprendizagem do INGLÊS, que se concretiza em 5 tempos letivos por semana.

Sendo o CSDB uma Instituição de ensino centrada nos valores, oferecemos aos alunos o 1.º Ciclo a CATEQUESE, como dinâmica formadora e estruturante da pessoa humana.